Dicas LinkedIn

Em busca de recolocação? Por que evitar no título do seu perfil?

13.12.16

Em busca de recolocação? Por que evitar no título do seu perfil?,  entendo que seja  uma dúvida que paira a mente de muitas pessoas por aqui. Ainda mais tendo como base a crítica situação pela qual passa o mercado de trabalho no Brasil.

Recebi várias mensagens do tipo: Ok, entendi sua mensagem. Mas então, onde, exatamente devo dizer as pessoas que estou em “em busca de recolocação”, “transição de carreira” ou em “busca de novas oportunidades”?

Inclusive, aproveito para um à parte; no meu ponto de vista, creio que estes sejam os termos mais sutis, não só no universo online como também no mundo offline. Consulto o LinkedIn para tudo, desde de ampliar minha rede de conexões, estreitar relacionamento, adquirir conhecimento, fazer social selling e busca de fornecedores.

Com isso, acesso perfis o tempo todo e, fico (aqui surgiu um momento de reflexão para encontrar a palavra mais adequada) surpresa (foi a mais sutil que encontrei para dizer que fico chocada) quando visualizo perfis com os termos: “desempregado” ou “disponível para o mercado”.  O que me passa é a sensação de que esse tipo de denominação chega a ter um sentido negativo ou, melhor, triste! Isso não é uma crítica, apenas uma sugestão.

Voltando ao ponto inicial, já relatei o motivo pelo qual deve-se evitar usar estes termos no título do seu perfil no LinkedIn. Agora, compartilho o meu ponto de vista sobre a pergunta que não quer calar: Onde, então?

Por vivência, já passei por momentos semelhantes, os quais eram convidativos a “buscar novas oportunidades” (quando, por exemplo, voce compreende que deixou de concordar com a cultura da empresa) ou até mesmo quando a empresa decidiu que “eu deixei de estar enquadrada ao perfil que estavam necessitando no momento”, vulgo “demitida”.

Lembro-me que costumava reclamar da necessidade de contatar meus conhecidos para avisá-los que estava num momento de transição de carreira. Sério mesmo. Achava isso muito trabalhoso e, até mesmo, chato. Portanto, um dos locais onde eu escrevia “em busca de novos desafios” era no corpo do email que enviava aos meus conhecidos.

O algorítimo de buscas do LinkedIn pode até localizar seu perfil, mas o processo para por aqui. O sistema não pode lhe ajudar. As pessoas podem. Por isso, é fundamental que saibam do seu momento de carreira.

Algo do tipo: “Caro fulano de tal. Como vai? Espero que esteja feliz com a sua nova posição na empresa XYZ. Gostaria de dividir com voce o meu momento de carreira, salientando que busco recolocação no mercado de trabalho ou, estou em busca de novos desafios profissionais. Caso saiba de alguma posição no mercado para um profissional com o meu perfil, agradeceria se pudesse me indicar”.

Esta é apenas uma sugestão de texto para reforçar qual é um dos melhores locais para que estes termos sejam utilizados.

 Mas daí surgi aquela questão: como vou contatar um conhecido que não vejo há anos? Como pedir ajuda a uma pessoa com a qual não interajo desde que deixei a empresa anterior?  Me questionei diversas vezes sobre esse fato. Mesmo porque, apaixonada como era pelo meu trabalho, acabei vivendo para a empresa e deixei de lado o quesito “nutrir meu networking”.

Para evitar um post muito extenso, deixo para a próxima oportunidade entrar em detalhes sobre “networking”, mas, como sempre, gosto de utilizar fatos da vida real para exemplificar. Hoje recebi uma solicitacao de ajuda de um cliente, o qual assessorei na gestão otimizada do perfil no LinkdIn. Depois de sanada a dúvida, reforcei na minha mensagem que seria bom que ele movimentasse seu perfil. 

“Movimentar meu perfil, Luciane?”, ele perguntou. Sim Fulano; ampliar suas conexões, ler o que seus contatos estão postando, curtir, comentar e assim por diante. Tudo isso o ajuda a nutrir seu networking, para que esse relacionamento seja baseado em trocas. Claro que ele respondeu que tentaria adicionar tudo isso no seu conturbado dia-a-dia.

Outro local interessante para escrever os termos “em busca de recolocação”,“transição de carreira” ou em “busca de novas oportunidades”, seria o espaço destinado ao sumário de seu perfil.

Aliás, este é o espaço para que a pessoa que estiver visualizando o seu perfil possa saber,  resumidamente, sobre a sua vida profissional, sobre seus ideais, o que voce faz, como pode ajudar e assim vai. O sumário é o espaço mais lido pela grande maioria das pessoas que acessam o seu perfil. 

Vale a pena gastar um bocadinho de tempo elaborando conteúdo interessante sobre voce, sempre imaginando como poderia promover sua marca pessoal. Neste espaço sua criatividade pode transbordar, de forma que em poucas linhas voce possa dizer tudo que é essencial e diferencial sobre voce. Convido-o a assistir ao meu vídeo sobre como gerar impacto, empatia e engajamento no resumo do seu perfil.

Espero que esta nova dica possa ajudar. Fique super à vontade para compartilhá-la com profissionais de sua rede de contatos que estejam passando por um momento de carreira como os citados e, cujos perfis tenham espaço para melhorias.

Até a próxima!

 

Sobre a BeIn Digital

A BeIn Digital foi criada com a missão de ajudá-lo a alcançar seus objetivos profissionais. Nosso desafio é criar meios para que você explore as oportunidades que o universo online oferece, seja com os cursos online, palestras, webinários, dicas, vídeos, e-books, posts ou uma simples troca de e-mails.

Siga a Company Page da Be In Digital e receba dicas exclusivas sobre LinkedIn

Artigo originalmente publicado no LinkedIn Pulse visualizar minhas publicações

Gostou? Dê um like e passe adiante!